Arquivo da tag: 1964

Lula preso! A nação volta a viver dias gloriosos

Por Prof. Hariovaldo

“Ressurge a Democracia dos Homens Bons Novamente”

Vive a Nação dias gloriosos novamente. Porque souberam unir-se todos os homens de bem e republicanos independentemente de vinculações jurídicas, simpatias ou opinião sobre problemas isolados, para salvar o que é essencial: a democracia, a lei e a ordem. Graças à decisão e ao heroísmo das Forças Policiais, que obedientes a seus chefes demonstraram a falta de visão dos que tentavam destruir a hierarquia e a disciplina, o Brasil livrou-se do Molusco irresponsável, que insistia em arrastá-lo para rumos contrários à sua vocação e tradições.

Como dizíamos, no editorial de anteontem, a legalidade não poderia ser a garantia do petralhismo, a escora dos agitadores, o anteparo da desordem. Em nome da legalidade, não seria legítimo admitir o assassínio das instituições, como se vinha fazendo, diante da Nação horrorizada.

Agora, o Congresso dará o impeachment constitucional à situação da búlgara usurpadora, para que o País continue sua marcha em direção a seu grande destino, sem que os direitos das grandes empresas sejam afetados, sem que as liberdades dos investidores internacionais desapareçam, sem que o poder do Estado volte a ser usado em favor da desordem, da indisciplina e de tudo aquilo que nos estava a levar à anarquia e ao comunismo.

Leia Mais via Prof. Hariovaldo Almeida Prado

Roberto Marinho, o Homem Bom da Revolução (via Prof. Hariovaldo)

Altamente comprometido com a democracia, Marinho  “trabalhou silenciosamente” junto a um grupo composto, entre outras lideranças, pelo general Ernesto Geisel, chefe da Casa Militar; o general Golbery do Couto e Silva, chefe do Serviço Nacional de Informação (SNI); Luis Vianna, chefe da Casa Civil, pela prorrogação ou renovação do mandato do ditador Castelo Branco.

Leia Mais em Prof. Hariovaldo Almeida Prado