Esquadrão Pacau já era

Se confirmado o seu encerramento, encerra-se uma história iniciada em 1947, com a criação da unidade na Base Aérea de Fortaleza. A vocação para atuar como unidade de treinamento foi exercida desde o início, com o uso dos Republic P-47D Thunderbolt – alguns deles veteranos de guerra – para formação de líderes da aviação de caça. Nas décadas seguintes passariam por lá os F-80C, TF-33 e AT-26 Xavante. Fortaleza se tornaria conhecida como “A Sorbonne da Caça”.

No começo de 2002, o esquadrão foi transferido para Natal, onde viveu os oito últimos anos de operação dos AT-26 Xavante, inclusive depois de exercer a missão de formar novos líderes de caça. Em dezembro de 2010, finalmente, se mudou para Manaus com o objetivo de se tornar uma unidade aérea de ponta, com os caças F-5 modernizados operando a partir de Manaus.

1 pensou em “Esquadrão Pacau já era

  1. Morvan

    Operação desmonte acelerando, em todas as áreas. Não bastasse a escolha “de H” dos Grippen.Desprezando toda a luta de Lula pela transferência de tecnologia.

    Responder

Daí, o que você acha disso ?

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.