Hoje é dia só de sentir… …de sentir… só…


Por Rúbia Luz

Se a vida acaba, amor? Não sei…
Eu sei que acaba o corpo

Mas,  vida… este sopro
esta anima, este mover…
Não… não sei se é ela quem acaba
ou minha capacidade de compreender
Se eu entendo, amor?
Não entendo! Mas, ainda sinto
E isto eu não posso negar!
Saber e sentir são de reinos desiguais
e que, as vezes, se põem em beligerância
Mas, é por ignorância, amor… ignorância!
Só que hoje não é dia de entender…
Hoje é dia só de sentir…
…de sentir… só…
E eu… Eu sinto muito, amor
Eu sinto muito!

Daí, o que você acha disso ?

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.