Arquivo da tag: verdade

Zaratrusta e a Sombra…onde está a sua? (via Labirinto do Minotauro)

Lendo Nietzche em “Assim falava Zaratrusta”, me deparei com essa passagem, que além da beleza (diversas passagens são belissimas no livro todo) trás um contéudo fundamental a vida diária, a labirintica vida diária: a Sombra. Deixarei que pelas palavras do mestre Carl G. Jung se esclareça a importância da Sombra:

“Aquilo que não fazemos aflorar à consciência aparece em nossas vidas como destino.”

….e assim Falava o Brother Zara…o Trusta:

“Quem és? — perguntou impetuosamente Zaratustra. — Que fazes aqui? E por que te chamas minha sombra? Não me agradas”.

“Perdoa-me — respondeu a sombra — ser eu, e não te agradar, felizmente, Zaratustra! Isso diz muito em teu abono e a favor do teu bom gosto.

Eu sou um viajante que já há muito tempo te segue as pegadas: sempre a caminhar, mas sem destino nem lugar; de forma que pouco me falta para ser judeu errante, salvo não ser judeu nem eterno.

Continue Lendo via Labirinto do Minotauro

Cineastas lançam manifesto em apoio à Comissão da Verdade

Diante das manifestações de alguns setores militares “confrontando as instituições democráticas e o próprio estado de direito”, um grupo de mais de cem cineastas brasileiros divulgou um manifesto em defesa da Comissão da Verdade. “Repudiamos os ataques desses setores minoritários das Forças Armadas brasileiras, que de forma alguma irão obstruir as investigações que devem ser iniciadas o quanto antes”, afirma o manifesto.

“Nós, cineastas brasileiros, expressamos a nossa preocupação com as frequentes manifestações de militares confrontando as instituições democráticas e o próprio estado de direito. Todos os cidadãos brasileiros têm o direito de conhecer o que foram os 21 anos de ditadura militar instaurada com o golpe de 1964. É preciso que a Comissão da Verdade, instituída para esclarecer fatos obscuros daquele período, em que foram cometidas graves violências institucionais, perseguições, torturas e assassinatos, tenha plenas condições e apoio da sociedade brasileira para realizar essa tarefa histórica. Repudiamos os ataques desses setores minoritários das Forças Armadas brasileiras, que de forma alguma irão obstruir as investigações que devem ser iniciadas o quanto antes. Estaremos atentos para que tal comissão seja composta por pessoas comprometidas com a democracia e com a verdade.”

Uma Mulher deu a Luz a Onze Bebes.

A parábola do papel higiênico (via O Inopinado)

Convencido de que Deus está nos detalhes, desenvolvi uma obsessão infernal por desvendar as minúcias mais corriqueiras do cotidiano, em busca de revelações verdadeiras. Aprofundando-me mais e mais no abismo dantesco das mais irrisórias indiferenças, desesperava-me de não encontrar a cura milagrosa da minha insegurança, de não achar vestígio da verdade maior. Desespero vão. A verdade estava lá. Encontrei o homem e sua natureza.  … Read More via O Inopinado