Arquivo da tag: Terena (Vilhena)

Fotos para Rondônia : ação humanitária apoia povos indígenas

Mais de cem fotografias brasileiras e estrangeiras estarão disponíveis a partir desta terça-feira (01) no site da ação humanitária “Fotos para Rondônia”. A ação visa ao apoio a diversos povos indígenas e outras populações tradicionais que se encontram em vulnerabilidade frente à COVID-19, no estado de Rondônia, no sul do Amazonas e no noroeste de Mato Grosso. Esta é uma experiência emocionante que nos leva às malhas amazônicas a partir das fotografias! O projeto é construído por muitas mãos que, juntas, vão tecendo nós de histórias para que, a partir da venda de fotografias, possamos auxiliar os povos indígenas dos territórios citados no enfrentamento aos desafios impostos pela COVID-19!

Em meio à pandemia, grupos de fotógrafas e fotógrafos de várias regiões brasileiras, estão se mobilizando com a finalidade de auxiliarem suas localidades a partir da circulação, da venda e da transferência dos valores arrecadados de imagens autorais a ações especificas de apoio a comunidades e populações em extrema vulnerabilidade a situação da COVID 19; da mesma maneira surgindo o “Fotos para Rondônia”.

Todas as fotografias foram disponibilizadas de forma gratuita, por fotógrafas e fotógrafos brasileiros; registrando a forte presença de mulheres e de profissionais da região norte; assim como a presença de fotógrafos estrangeiros, enriquecendo a composição visual desta Galeria “Fotos por Rondônia”, que tem como objetivo a circulação, a venda e a destinação de 100% do valor líquido às comunidades tradicionais, indígenas e ribeirinhas que hoje se encontram em situação de extrema vulnerabilidade nesta parte do território amazônico.

As impressões serão padrão: Fine Art, 20x30cm, acompanhadas de certificado de autenticidade, com valor fixo na aquisição por imagem de R$ 150,00. O valor arrecadado será intermediado pela Associação de Defesa EtnoAmbiental – Kanindé, entidade que receberá via transferências e depósitos os recursos e cuidará dos trâmites contábeis para o direcionamento dos valores líquidos A ARTICULAÇÃO DE SUPORTE AO ENFRENTAMENTO À COVID 19 PELOS POVOS INDÍGENAS DE RONDÔNIA, SUL DO AMAZONAS E NOROESTE DO MATO GROSSO, depois de geridos os custos operacionais e logísticos.

Ressaltando que o montante arrecadado sofrerá descontos logísticos e operacionais como impostos, custos de impressão e envio. E, após esses descontos, que giram em torno de 30% do valor arrecadado, serão direcionados os 70% restantes de forma integral às necessidades das comunidades.  As impressões serão ilimitadas pelo tempo de seis meses; duração do projeto; com entrega gratuita pelos Correios em todo território nacional.

A abrangência do projeto inclui Terra Indígena Rio Branco, Terra Indígena Karitiana, Terra Indígena Karipuna, Terra Indígena Igarapé Lourdes, Terra Indígena Zoró, Terra Indígena Kwaza, Terra Indígena Tubarão Latunde, Terra Indígena Kaxarari, Terra Indígena Sete de Setembro, Terra Indígena Rio Negro Ocaia, Terra Indígena Pacáas-Novas, Terra Indígena Sagarana, Terra Indígena Igarapé Ribeirão, Terra Indígena Igarapé Lage, Terra Indígena Rio Guaporé, Terra Indígena Uru Eu Wau Wau, Terra Indígena Rio Mequens, Terra Indígena Roosevelt além dos povos indígenas em situação urbana Kassupá (São Domingos, Costa Marques e Porto Velho), Puruborá (Seringueiras, Costa Marques, Guajará-Mirim e São Francisco), Guarasugwe (Pimenteiras, Porto Velho e Costa Marques), Migueleno (São Francisco e Porto Velho), Oro Mon (Porto Velho), Paumari (Porto Velho), Karitiana (Porto Velho), Mura (Porto Velho), Parintintin (Costa Marques e Porto Velho), Sakyrabiar (Costa Marques, Guajará-Mirim), Arua (Costa Marques), Tupari (Costa Marques), Cujubim (Costa Marques), Chiquitano (Costa Marques), Canoe (Costa Marques),, Macurap (Guajará-Mirim e São Francisco) Wajuru Porto Rolim Sabane (Vilhena), Maimande (Vilhena), Terena (Vilhena), Negarotê (Comodoro e Tangará) e a Comunidade Tradicional de Nazaré, no Baixo Madeira, em Porto Velho.