Arquivo da tag: professores

Projeto do PSL torna obrigatório exame toxicológico anual para professores da rede pública


O Projeto de Lei 3928/20 torna obrigatório o exame toxicológico para professores da rede pública de ensino. Em análise na Câmara dos Deputados, o texto estabelece que os exames para detecção do uso de drogas ilícitas sejam realizados antes da admissão do professor e depois anualmente.

A proposta concede ao professor direito à apresentação de contraprova em caso de resultado positivo. Confirmado o uso de droga pelo docente, ele será, conforme o projeto, encaminhado para tratamento a ser definido em regulamento, sem prejuízo de sanções administrativas.

Autor da proposta, o deputado Marcelo Brum (PSL-RS) entende que os professores “são peça chave na prevenção da dependência a drogas por terem contato prolongado com os alunos”. “Considerando esse fato, não é admissível que os profissionais do ensino possam ser, eles mesmos, dependentes de drogas ilícitas”, pontua Brum.

Nós comentários do site da Câmara onde aparece a notícia, há várias sugestões. ” Militares das três forças da mais baixa à mais alta patente, sem exceções nem para os ocupantes de cargos máximos. Políticos de todos os níveis, de vereadores a senadores.”,escreve um internauta. Outro comenta : ” Ao invés dessa lei, deveria ser criada uma lei que igualasse o salário do professor ao do deputado. E os exames toxicológicos deveriam começar pelos Deputados.”. Outro comentário é pitoresco : ” Em vez de fazer exame para detectar se o professor usa drogas !! Sugiro que crie uma lei que forneça remédio para matar os piolhos que os professores pegam nas escolas seria mais útil.”.

O exame proposto é o mesmo utilizado por caminhoneiros e motoristas de ônibus que possuem a habilitação CNH categoria D. Custa em média R$ 300 reais e demora de 20 a 40 dias para ficar pronto. O número de professores no Brasil passa de 2,5 milhões, segundo censos educacionais do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep).

Beto Richa resistiu bem ao ataque dos Professores Marxistas (via Prof. Hariovaldo)

Por Ramsés II

Prezados varões e fêmeas da boa obra contra as ditaduras bolivarianas avassaladoras e atéias,
O governo dos homens de bens do estado do Paraná sofreu um feroz ataque de guerrilheiros bolivarianos e marxistas travestidos de professores insatisfeitos. Como sabemos a docência é um sacerdócio que dispensa remuneração bastando ao ensino privado pagar uma pequena bolsa-sobrevivência e ao estado, como no caso do bom governo paranaense, cortar custos reduzindo gastos desnecessários como treinamento, aposentadoria ou reajuste de salários para professores, bastando ordernar a esses missionários do saber, à oração e prostação em júbilo ao deus mercado do estado mínimo.

Continue Lendo via Prof. Hariovaldo Almeida Prado

Selvageria no Paraná

 

Prefeitura atende feridos em manifestação de servidores no Centro Cívico. Curitiba, 29/04/2015 Foto: Maurilio Cheli/SMCS

Foto: Maurilio Cheli/ SMCS

deputado antônio genaro (PSC-MG): accipere in culum (via histórias pra boi acordar)

Em maio deste ano, o deputado estadual Antônio Genaro (PSC-MG) revelou sua homofobia em um discurso na Assembleia de MG. Seu comportamento foi considerado  inconstitucional e colocou em xeque seu decoro para exercer a função. O mais recente escândalo protagonizado por ele colocou em questão novamente sua capacidade para exercer um cargo público. Numa reunião extraordinária da Assembleia Legislativa de Minas Gerais no último dia 13, e diante de um plenário ocupado por professores da rede estadual de ensino em greve, ele propôs um “teste” para saber se eles eram mesmo professores: fez um aparte utilizando o que ele chamou de “português arcaico e clássico”.

Read More via histórias pra boi acordar