Arquivo da tag: Notícias

Azenha: “Globo consegue o que a ditadura não conseguiu: calar imprensa alternativa” (via Blog do Renato)

Meu advogado, Cesar Kloury, me proíbe de discutir especificidades sobre a sentença da Justiça carioca que me condenou a pagar 30 mil reais ao diretor de Central Globo de Jornalismo, Ali Kamel, supostamente por mover contra ele uma “campanha difamatória” em 28 posts do Viomundo, todos ligados a críticas políticas que fiz a Kamel em circunstâncias diretamente relacionadas à campanha presidencial de 2006, quando eu era repórter da Globo.

Por Luiz Carlos Azenha*, no blog Viomundo

Lembro: eu não era um qualquer, na Globo, então. Era recém-chegado de ser correspondente da emissora em Nova York. Fui o repórter destacado para cobrir o candidato tucano Geraldo Alckmin durante a campanha de 2006. Ouvi, na redação de São Paulo, diretamente do então editor de economia do Jornal Nacional, Marco Aurélio Mello, que tinha sido determinado desde o Rio que as reportagens de economia deveriam ser “esquecidas”– tirar o pé, foi a frase — porque supostamente poderiam beneficiar a reeleição de Lula.

Vi colegas, como Mariana Kotscho e Cecília Negrão, reclamando que a cobertura da emissora nas eleiçà µes presidenciais não era imparcial.

Um importante repórter da emissora ligava para o então ministro da Justiça, Márcio Thomaz Bastos, dizendo que a Globo pretendia entregar a eleição para o tucano Geraldo Alckmin. Ouvi o telefonema. Mais tarde, instado pelo próprio ministro, confirmei o que era também minha impressão.

Pessoalmente, tive uma reportagem potencialmente danosa para o então candidato a governador de São Paulo, José Serra, censurada. A reportagem dava conta de que Serra, enquanto ministro, tinha autorizado a maior parte das doações irregulares de ambulâncias a prefeituras.

Quando uma produtora localizou no interior de Minas Gerais o ex-assessor do ministro da Saúde Serra, Platão Fischer-Puller, que poderia esclarecer aspectos obscuros sobre a gestão do ministro no governo FHC, ela foi desencorajada a perseguí-lo, enquanto todos os recursos da emissora foram destinados a denunciar o contador do PT Delúbio Soares e o ex-ministro da Saúde Humberto Costa, este posteriormente absolvido de todas as acusações.

Tive reportagem sobre Carlinhos Cachoeira — muito mais tarde revelado como fonte da revista Veja para escândalos do governo Lula — ‘deslocada’ de telejornal mais nobre da emissora para o Bom Dia Brasil, como pode atestar o então editor Marco Aurélio Mello.

Num episódio específico, fui perseguido na redação por um feitor munido de um rádio de comunicação com o qual falava diretamente com o Rio de Janeiro: tratava-se de obter minha assinatura para um abaixo-assinado em apoio a Ali Kamel sobre a co bertura das eleições de 2006.

Considero que isso caracteriza assédio moral, já que o beneficiado pelo abaixo-assinado era chefe e poderia promover ou prejudicar subordinados de acordo com a adesão.

Argumentei, então, que o comentarista de política da Globo, Arnaldo Jabor, havia dito em plena campanha eleitoral que Lula era comparável ao ditador da Coréia do Norte, Kim Il-Sung, e que não acreditava ser essa postura compatível com a suposta imparcialidade da emissora. Resposta do editor, que hoje ocupa importante cargo na hierarquia da Globo: Jabor era o “palhaço” da casa, não deveria ser levado a sério.

No dia do primeiro turno das eleições, alertado por colega, ouvi uma gravação entre o delegado da Polícia Federal Edmilson Bruno e um grupo de jornalistas, na qual eles combinavam como deveria ser feito o vazamento das fotos do dinheiro que teria sido usado pelo PT para comprar um dossiê contra o candidato Serra.

Achei o assunto relevante e reproduzi uma transcrição — confesso, defeituosa pela pressa – no Viomundo.

Fui advertido por telefone pelo atual chefão da Globo, Carlos Henrique Schroeder, de que não deveria ter revelado em meu blog pessoal, hospedado na Globo.com, informações levantadas durante meu trabalho como repórter da emissora.

Contestei: a gravação, em minha opinião, era jornalisticamente relevante para o entendimento de todo o contexto do vazamento, que se deu exatamente na véspera do primeiro turno.

Enojado com o que havia testemunhado ao longo de 2006, inclusive com a represália exercida contra colegas — dentre os quais Rodrigo Vianna, Marco Aurélio Mello e Carlos Dornelles — e interessado especialmente em conhecer o mundo da blogosfera — pedi antecipadamente a rescisão de meu contrato com a emissora, na qual ganhava salário de alto executivo, com mais de um ano de antecedência, assumindo o compromisso de não trabalhar para outra emissora antes do vencimento do contrato pelo qual já não recebia salário.

Ou seja, fiz isso apesar dos grandes danos para minha carreira profissional e meu sustento pessoal.

Apesar das mentiras, ilações e tentativas de assassinato de caráter, perpretradas pelo jornal O Globo* e colunistas associados de Veja, friso: sempre vivi de meu salário. Este site sempre foi mantido graças a meu próprio salário de jornalista-trabalhador.

O objetivo do Viomundo sempre foi o de defender o interesse público e os movimentos sociais, sub-representados na mídia corporativa. Declaramos oficialmente: não recebemos patrocínio de governos ou empresas públicas ou estatais, ao contrário da Folha, de O Globo ou do Estadão. Nem do governo federal, nem de governos estaduais ou municipais.

Porém, para tudo existe um limite. A ação que me foi movida pela TV Globo (nominalmente por Ali Kamel) me custou R$ 30 mil reais em honorários advocatícios.

Fora o que eventualmente terei de gastar para derrotá-la. Agora, pensem comigo: qual é o limite das O rganizações Globo para gastar com advogados?

O objetivo da emissora, ainda que por vias tortas, é claro: intimidar e calar aqueles que são capazes de desvendar o que se passa nos bastidores dela, justamente por terem fontes e conhecimento das engrenagens globais.

Sou arrimo de família: sustento mãe, irmão, ajudo irmã, filhas e mantenho este site graças a dinheiro de meu próprio bolso e da valiosa colaboração gratuita de milhares de leitores.

Cheguei ao extremo de meu limite financeiro, o que obviamente não é o caso das Organizações Globo, que concentram pelo menos 50% de todas as verbas publicitárias do Brasil, com o equivalente poder político, midiático e lobístico.

Continue Lendo via Blog do Renato

Krokodil

Nova droga corrói pele e músculos e deixa ossos à mostra

O vídeo foi removido e se encontra no Youtube.

Deep Purple Brasil 2011: Confirmado Show em São Paulo! (via X- Press ON!)

Segundo o site oficial da casa de shows Via Funchal, o Deep Purple  fará um show na cidade de São Paulo no dia 10/10. Os valores dos Ingressos são: Pista Premium (R$300,00), Pista (R$130,00), Mezanino (R$200,00) e Camarote (R$300,00). Criado em 1968, o Deep Purple  está entre os pioneiros do hard rock, influenciando também as primeiras bandas de heavy metal. Donos do famoso riff de “Smoke on the water”, a banda já vendeu 100 milhões de discos … Read More via X- Press ON!

Urgente – Obama cancela deportações e abre caminho para “driver´s license”

Na quinta-feira (18), foi anunciado que todas as deportações de imigrantes sem antecedentes criminais serão canceladas. O Departamento de Segurança Interna dos Estados Unidos (DHS, sigla em inglês), através de sua secretária Janet Napolitano anunciou na tarde desta quinta-feira (18), que o presidente Barack Obama decidiu cancelar os processos de deportação contra imigrantes que atendam a determinados critérios, tais como ser o provedor do sustento de uma família e não ter cometido crime violento. A notícia, divulgada por volta das 16h, ganhou elogios imediatos dos ativistas hispânicos e democratas, que anteriormente tinham reprovados a maneira como o executivo vinha tratando o caso. “A decisão de Obama mostra que ele está mesmo querendo fazer algo pelos imigrantes e busca se fortalecer o apoio a uma reforma nas leis de imigração. Ele provou que vai intervir sempre que a vida de pessoas estiverem prejudicadas”, disse o deputado Luiz Gutierrez, democrata por Illinois. … Read More

Rasgar dinheiro não é só loucura, riscar notas não é só imbecilidade (via uôleo)

Rasgar dinheiro não é só loucura, riscar notas não é só imbecilidade O Código Civil Brasileiro, em seus artigos 98 e 99, define bens públicos assim: Art. 98. São públicos os bens do domínio nacional pertencentes às pessoas jurídicas de direito público interno; todos os outros são particulares, seja qual for a pessoa a que pertencerem. Art. 99. São bens públicos: I – os de uso comum do povo, tais como rios, mares, estradas, ruas e praças; II – os de uso especial, tais como edifícios ou terrenos destinados a serviço …  Read More via uôleo

Já pensou em trocar a marcha da bike com a força do pensamento? Isso já existe! (via Pra Quem Pedala)

O Projeto

A Toyota, uma das maiores empresas automobilísticas do mundo, em parceria com a Parlee, empresa pioneira na manipulação do carbono na fabricação de bicicletas, estão desenvolvendo um projeto que irá revolucionar o que conhecemos sobre bicicletas atualmente. O projeto se chama PriusXParlee. O nome Prius vem do carro híbrido da Toyota. O projeto tem como objetivo a construção de uma bicicleta de alta performance, da forma mais eficiente… Read More via Pra Quem Pedala

Idec alerta : projeto de lei ameaça liberdade de internautas

O projeto de lei 84/99, que tramita em caráter de urgência, limitará significativamente a liberdade dos consumidores na internet, além de ameaçar sua privacidade, alertou o Idec (Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor). O instituto entende que a proposta, conhecida como PL Azeredo, vai limitar a privacidade dos cidadãos, uma vez que instaura o monitoramento integral de suas ações na rede. A medida vai também permitir que os provedores de internet coletem e guardem os dados pessoais sem regulação prévia. O projeto de lei, que ficou conhecido como ‘AI-5 da internet’, fazendo referência ao ato que restringiu direitos civis na época da ditadura militar, mostra-se polêmico, sobretudo, por limitar a disseminação de informações na rede.Resumidamente, o Idec observa que as punições para crimes cometidos na rede acabam esbarrando em ações cotidianas dos consumidores, como o compartilhamento de conteúdos, a transferência de músicas já compradas de um CD para um computador ou outros dispositivos eletrônicos e o desbloqueio de aparelhos celulares. A preocupação do instituto  aumenta na medida em que a possível aprovação do projeto se aproxima. Como tramita em caráter de urgência, pode ser votado assim que a Câmara voltar do recesso parlamentar. O Idec reivindica que o projeto seja colocado na Comissão de Direitos do Consumidor, permitindo tanto o debate aberto quanto a revisão da proposta, antes que ela seja colocada em votação. Adicionalmente, o instituto observa que, antes da aprovação de qualquer projeto sobre crimes na internet, é preciso antes criar um marco civil sobre o tema. “O PL prevê que os provedores de internet, que já retêm as informações sobre os históricos de navegação dos consumidores na rede, ganhem poder de polícia e passem a monitorar os usuários”, afirma o advogado do Idec, Guilherme Varella.

via Infomoney

Sean Kingston não morreu : após acidente de jet ski cantor quer lançar novo álbum


O cantor Sean Kingston está planejando retomar sua carreira com a gravação de um novo álbum em breve, segundo informou o site TMZ. O cantor falou sobre seus planos a alguns amigos, e disse que o retorno está previsto assim que terminar suas sessões de fisioterapia.
Ele disse que não quer voltar ao trabalho antes de ficar 100% bom. Seu principal desafio na fisioterapia é o movimento de seu pulso, cujo tratamento deve levar mais algumas semanas. Por isso, quer se focar na recuperação até se debruçar no trabalho novamente.No dia 29 de maio, o cantor estava em um jet ski acompanhado de uma amiga quando colidiu com uma ponte. Segundo informações, Kingston estava em alta velocidade na hora do choque. Ele ficou internado na UTI durante algumas semanas.

Sean Kingston já se comunica por sinais

Segundo o site TMZ o cantor Sean Kingston já se comunica com os amigos e com sua familia através de sinais. No entanto, Kingston deverá ficar internado ainda por mais duas semanas no hospital de Miami.
“É um grande avanço desde o dia de seu acidente de jet ski no domingo – quando seus ferimentos eram tão graves, que ele teve de ser tratado na emergência traumatológica,  antes de ser transferido para a UTI. ”  No último domingo, o cantor de hip hop e uma passageira sofreram um grave acidente de jet ski perto de Miami, na Flórida, quando passavam por baixo de uma pequena ponte.   Segundo o jornal Miami Herald, um velejador tesetemunhou a batida e socorreu os dois em sua embarcação. Sean e a mulher, que não foi identificada, foram levados a um hospital de Miami com ferimentos graves. As autoridades investigam agora as causas do ocorrido. De acordo com as apurações, até o momento nada indica que o acidente esteja relacionado com álcool. Nascido em Miami e criado em Kingston, na Jamaica – de onde herdou o nome artístico – Kingston estourou mundialmente com o hit Beautiful Girls, em 2007.

Boato da net : Sean Kingston morre aos 21 anos. Mentira, ele está na UTI

     Leia também Sean Kingston planeja gravar novo album, após o acidente

O jamaicano foi atingido por um Jet Ski. Segundo boatos publicados na net, a prima de Sean Kingston, muito ligada á familia, Sean Kingston teria morrido ás 17h36 da tarde desta segunda-feira. Autoridades da Flórida informaram que Kingston e uma passageira do sexo feminino ficaram feridos quando o jet ski colidiu com a ponte de Palm Island por volta das 18h do domingo (horário local). … Read More via PORTAL RBC&SleXD | Televisão,Famosos,Bastidores da TV,Real Times,Notícia e Muito mais   Leia também Sean Kingston planeja gravar novo album, após o acidente  

Sean Kingston : após acidente de jet ski cantor quer lançar novo álbum: http://t.co/PorowoR

Bonner é tão agressivo com Dilma que leva cutucão de Fátima Bernardes

Durante entrevista de Dilma Rousseff ao Jornal Nacional (Globo), William Bonner falava tanto e de maneira tão agressiva que não deixava a candidata falar. Ele irritou a própria mulher, que lhe deu um cutucão em rede nacional de televisão. Em segundo lugar entre as grandes mancadas da imprensa na cobertura eleitoral ficou a participação de Fernando Rodrigues no telejornal SBT Brasil (SBT), com 20,67% das respostas. Para o internauta, as conclusões precipitadas e as “análises profundas” do jornalista foram irritantes. Com performance de boneco de cera, ele arruinou não só o ibope do telejornal como também a paciência do telespectador.

Em terceiro lugar ficou a opção “as capas passionais da Veja” (14,12%). A publicação apresentou no período eleitoral uma sequência panfletária de capas contra o PT e Dilma Rousseff e chegou a apresentar uma identificação fotográfica entre o presidente Lula e o ditador Fidel Castro.

Em quarto, o leitor optou pelas “manchetes do jornal O Globo” (9,61%), que chegou ao desrespeito de publicar uma foto da candidata adversária, Dilma Rousseff, sob as letras “FEDE” (corte da palavra “federal”, que aparecia num banner ao fundo).

Em quinto lugar, o internauta apontou “as falhas técnicas da Record” (8,76%). Nos debates promovidos pela emissora da Barra Funda, o cronômetro apresentou problemas. A coisa foi tão grave que o mediador Celso Freitas saiu do sério.

Em sexto lugar, o internauta preferiu “as duas caras da Folha de S.Paulo” (3,59%). O jornal fez juras de amor a Serra, mas, quando o time chegou à zona de rebaixamento, pulou fora e quis fazer média com a torcida adversária, dedução da estranha denúncia de falcatrua do Metrô de São Paulo a cinco dias da eleição.

Em sétimo e último lugar na preferência do leitor do R7 como gafe da imprensa nas eleições está “a audiência dos debates na Band e Rede TV!” (1,0%). A primeira apostou no discurso de ter a maior tradição em debates políticos. A segunda apelou para as entradas do repórter Vesgo. Mas não teve jeito.

Via R7 .