Arquivo da tag: motociclista

Lei quer que motociclistas e caronas tenham a inscrição da placa da moto no(s) capacete(s)

A Comissão de Viação e Transportes da Câmara aprovou o substitutivo dos dos projetos de lei 5651/09, 1228/11, 1371/11, 1919/11 e 3515/12 que obriga os condutores e passageiros de motos ter  a inscrição das placas das motos nos capacetes. ( Como se os criminosos não soubessem como falsificar uma placa e também a inscrição no capacete.) O deputado Arolde de Oliveira (PSD-RJ), relator do projeto diz que a lei é  “para facilitar a identificação de criminosos que utilizem motos e que o Contran (Conselho Nacional de Trânsito) deverá criar normas para impedir que criminosos fraudem as inscrições no capacete”. O projeto que tramita em caráter conclusivo ainda será analisado pela Comissão de Constituição, Justiça e de Cidadania e pelo Plenário. Ou seja , parece que usar motocicleta é sinônimo de banditismo no Brasil. Já não basta o outro deputado lá de São Paulo ( veja a matéria aqui ) que queria proibir CARONA nas motos nos dias úteis ! Em vez de se coibir a violência ( inclusive do trânsito) com muita educação e repressão séria ao tráfico de armas, por exemplo, cria-se leis esdrúxulas como se o rabo abanasse o cachorro. Daqui uns dias vão proibir o motociclista de montar em sua moto. Ela vai ter que andar sózinha ! E não está longe o dia em que o cidadão vai ter que andar na rua com uma placa pendurada no pescoço. Esses deputados…

Mototaxistas : pelo amor de Deus, não ultrapassem pela direita !

Por Beto Bertagna

Com o “surto” econômico que Porto Velho vive aumentou demais o número de carros , motos e ônibus trafegando na cidade (sem considerar os caminhões que andam pela ex-Av Jorge Teixeira, hoje BR). Tudo isto entope as artérias e vias, causando uma espécie de ateroesclerose urbana. Pois bem, sem hipocrisias, sem discussão sobre a legalidade ou não dos mototaxistas. Sinceramente, ainda não cheguei a uma conclusão pessoal sobre o serviço, pois vejo diariamente pessoas que necessitam do mesmo pelo menor custo e pela agilidade. Mas uma coisa tem que ser feita urgentemente, antes que mais vidas sejam ceifadas pela violência e pelo desrespeito às regras de trânsito, principalmente dos mototaxistas.  Este pessoal tem que ser treinado e muito! Em respeito à vida. Sempre tive moto, já trafeguei por São Paulo, Rio de Janeiro, Curitiba, Porto Alegre mas hoje tenho medo de Porto Velho. A moto é um veículo que ocupa o mesmo espaço que um carro (teóricamente, na lei) e por isso tem que andar atrás dos carros. Mas esta não é a realidade que se vê nas ruas tresloucadas. E enquanto nenhum órgão se manifesta, nenhum sindicato age,  ninguém , nada acontece enquanto as vidas vão se esvaindo pelo ralo vai um apelo deste blogueiro e motociclista aposentado temporariamente. Usando a expressão do narrador Sílvio Luiz, “pelo amor dos meus filhinhos, mototaxistas, pelo menos NÃO ULTRAPASSEM PELA DIREITA !!! “

Mototaxistas : pelo amor de Deus, não ultrapassem pela direita !

Por Beto Bertagna

Com o “surto” econômico que Porto Velho vive aumentou demais o número de carros , motos e ônibus trafegando na cidade (sem considerar os caminhões que andam pela ex-Av Jorge Teixeira, hoje BR). Tudo isto entope as artérias e vias, causando uma espécie de ateroesclerose urbana. Pois bem, sem hipocrisias, sem discussão sobre a legalidade ou não dos mototaxistas. Sinceramente, ainda não cheguei a uma conclusão pessoal sobre o serviço, pois vejo diariamente pessoas que necessitam do mesmo pelo menor custo e pela agilidade. Mas uma coisa tem que ser feita urgentemente, antes que mais vidas sejam ceifadas pela violência e pelo desrespeito às regras de trânsito, principalmente dos mototaxistas.  Este pessoal tem que ser treinado e muito! Em respeito à vida. Sempre tive moto, já trafeguei por São Paulo, Rio de Janeiro, Curitiba, Porto Alegre mas hoje tenho medo de Porto Velho. A moto é um veículo que ocupa o mesmo espaço que um carro (teóricamente, na lei) e por isso tem que andar atrás dos carros. Mas esta não é a realidade que se vê nas ruas tresloucadas. E enquanto nenhum órgão se manifesta, nenhum sindicato age,  ninguém , nada acontece enquanto as vidas vão se esvaindo pelo ralo vai um apelo deste blogueiro e motociclista aposentado temporariamente. Usando a expressão do narrador Sílvio Luiz, “pelo amor dos meus filhinhos, mototaxistas, pelo menos NÃO ULTRAPASSEM PELA DIREITA !!! “