Arquivo da tag: eleições

Faca e o queijo na mão, ou do limão uma limonada

Por Beto Bertagna

A janela eleitoral se abriu e se a cena política se deteriorar fica uma excelente oportunidade para unificar as eleições municipais, estaduais e federais. Teríamos de 4 em 4 anos eleições gerais para vereador, prefeito, deputados estaduais, governadores, deputados federais, senadores e Presidente da República.

Uma economia aos combalidos cofres públicos, uma depuração natural para os que usam as eleições como escadinha e estabilidade e tranquilidade ao país.

Só falta combinar com os russos, segundo o Garrincha. E no caso eles são os parlamentares da Câmara Federal e do Senado, com todo aquele nível e cabedal demonstrado na votação do impeachmente.

Mas #ficaadica do blog : Eleições gerais, de cabo a rabo, barba cabelo e bigode, ou como vc preferir chamar. Dá tempo, estamos ainda em abril. Não é ainda agosto, mês do cachorro louco.

Obs: Se os TRE´s e o TSE acharem que está em cima , se transfere essa pohã para dezembro.

Os peculiares tempo e consciência da Globo (via Blog Palavras Diversas)

Globo imagina admitir algo que ninguém sabia? Apoio da emissora e da corporação midiática da família Marinho a ditadura militar era notório e se estende até os dias de hoje àqueles que jogam pesado contra os interesses nacionais. Esta outra confissão se dará quando? Em 2044?

A emissora que, indisfarçadamente, apoiava e “ufanizava” os militares durante a ditadura, após quase 50 anos admite que “errou ao apoiar” o período de exceção, que vitimou milhares de brasileiros, inclusive muitos de seus empregados da área artística e jornalística foram perseguidos pelos governos que a família Marinho, entusiasticamente sustentava.
Imaginando que a Globo dê prosseguimento ao seu programa de revisar seus atos históricos, a seu tempo e oportunidade [oportunismo?], somente em 2039, mais ou menos, admitirão que fizeram de tudo para que Collor vencesse as eleições de 1989.
Lá por 2044, quem sabe, vão confessar que o apoio a eleição e reeleição de FHC, ignorando os demais candidatos da época e se recusando a organizar debates para não questionarem o seu apoiado, tinha objetivo maior: chegava as privatizações, que serão admitidas lá por 2046/2047…

Continue Lendo via Blog Palavras Diversas

Leia também:

> Brito escreve editorial épico sobre “desculpas” da Globo

Dirceu e o declínio da Globo

Esclarecimentos sobre o voto nulo (via Blog do Prof. Matheus)

… Vamos nos revoltar! Se houver metade mais um de votos nulos, a eleição é cancelada e é obrigatória a realização de novas eleições com outros candidatos! Esta é a nossa oportunidade de acabar com os corruptos!”

Em todo ano eleitoral ocorre a mesma coisa: mensagens e mais mensagens de “revolta” defendendo o voto nulo. Antes a corrente vinha por email (às vezes acompanhada da infame frase “divulgue com urgência aos seus contatos, senão algo de ruim acontecerá a você”), mas ultimamente mais e mais pessoas têm gasto tempo para criar imagens que defendem esta ideia, divulgando as mesmas no facebook. E como muitos dos que participam desta rede social não têm conhecimento sobre o assunto, e/ou veem-se “empolgados” com a possibilidade de “mudar alguma coisa”, resolvem compartilhar, curtir, etc. Mas fica o questionamento: será que é assim mesmo que funciona?

A resposta é não, não é assim que funciona.

A grande confusão está na distinção entre voto nulo e voto anulável. Voto nulo é aquele atribuído pelo eleitor a candidato inexistente – seja de maneira consciente, quando o eleitor digita propositadamente um número inexistente na urna eletrônica, seja de maneira inconsciente, quando o eleitor digita um número errado (inexistente), não percebe o erro e mesmo assim confirma seu voto. O voto nulo não possui valor jurídico algum, conforme § 2º do artigo 77 da Constituição Federal e conforme § 3º do art. 175 do Código Eleitoral Brasileiro. Politicamente falando, o voto nulo pode ser entendido como um “não-voto”, uma manifestação apolítica do eleitor. O voto nulo pode, sim, auxiliar quem está na frente a vencer, mas ele não causa, em hipótese alguma, a anulação de uma eleição.

Continue Lendo via Blog do Prof. Matheus

Soninha sobe 5 pontos em SP; Serra jamais perderá (via Prof. Hariovaldo Almeida Prado)

Por 

A novidade dessas eleições é o crescimento a candidatura auxiliar da mulher boa que empolga a todos pelas ótimas propostas em defesa da família, da moral e dos bons costumes, Soninha F., candidata e ciclista. Embora seja apenas uma bolha de crescimento, pois logos seus votos voltarão para Serra, é um bom momento para a recatada moça. Continue Lendo via Prof. Hariovaldo

Dataprado: Haddad é o mais rejeitado em São Paulo (via Prof. Hariovaldo Almeida Prado)

Clique na imagem para ampliar

A nova pesquisa Dataprado confirma a inutilidade da candidatura Haddad, que já nasceu morta. É pura ilusão dos comunistas acharem que poderão usurpar o poder na capital bandeirante, eles não tem a mínima chance, alvíssaras! Leia Mais via Prof. Hariovaldo