Arquivo da tag: Congresso Brasileiro de Cinema

Cinema brasileiro perde cineasta gaúcho-pantaneiro Geraldo Moraes aos 78 anos

foto: reprodução Facebook

Faleceu neste fim de semana, no sábado o cineasta Geraldo Moraes. Ele estava internado em um hospital de Cuiabá (MT), depois de sofrer uma complicação em virtude de uma hepatite viral. Moraes gravava uma minisérie e passou mal.

O gaúcho-gremista-pantaneiro-brasiliense Geraldo Moraes foi diretor, roteirista e produtor e concentrou sua filmografia em temas relacionados à cultura do Centro-Oeste brasileiro, onde se radicou.  Dirigiu os curtas-metragens A semente do pão (1973) e Os mensageiros da aldeia(1976), antes de dedicar-se à realização dos longas-metragens A difícil viagem (1980),Círculo de fogo (1990) e No coração dos deuses (1999). Foi também professor de cinema da Universidade de Brasília, onde ajudou a criar o Centro de Produção Audiovisual.

Foi Secretário Nacional do Audiovisual do Ministério da Cultura, durante a gestão de Antônio Houaiss, quando contribuiu para a administração do Prêmio Resgate do Cinema Brasileiro e participou da regulamentação da Lei do Audiovisual. Em 2003, foi eleito presidente do Congresso Brasileiro de Cinema, o CBC.

Leia também > Gente que encontrei por aí … Geraldo Moraes e Solange Lima

Gente que encontrei por ai… Solange Lima e Geraldo Moraes

foto: A. Galindo

foto: A. Galindo

Solange Lima é uma produtora de cinema que  iniciou sua carreira no cinema trabalhando na Truq Cine TV e Vídeo, onde permaneceu até 1996, quando foi convidada para a produção do filme ´Tieta´ de Cacá Diegues e, em seguida, abriu sua própria produtora, a Araçá Azul.  Membro-fundadora e ex-presidente da Associação Baiana de Cinema e Vídeo, Solange Lima é a atual presidente da Associação Brasileira de Documentaristas e Curta-Metragistas(ABD Nacional), entidade que atua na implantação e fortalecimento de políticas culturais para o audiovisual e está presente nos 27 estados do país.

O gremista Geraldo Moraes é diretor, roteirista e produtor que concentra sua filmografia em temas relacionados à cultura do Centro-Oeste brasileiro, onde se radicou.  Dirigiu os curtas-metragens A semente do pão (1973) e Os mensageiros da aldeia(1976), antes de dedicar-se à realização dos longas-metragens A difícil viagem (1980),C írculo de fogo (1990) e No coração dos deuses (1999). Foi também professor de cinema da Universidade de Brasília, onde ajudou a criar o Centro de Produção Audiovisual.  Foi Secretário Nacional do Audiovisual do Ministério da Cultura, durante a gestão de Antônio Houaiss, quando contribuiu para a administração do Prêmio Resgate do Cinema Brasileiro e participou da regulamentação da Lei do Audiovisual. Em 2003, foi eleito presidente do Congresso Brasileiro de Cinema, o CBC.

Os dois estão em Porto Velho, Rondônia participando do 1º CurtAmazônia vivendo um pouco o clima quente e úmido da nossa equatorial Amazônia.