Arquivo da tag: Adrian Cowel

8º Fest Cineamazônia : últimos dias para inscrições

Este slideshow necessita de JavaScript.

Produtores cinematográficos do Brasil e de outros países tem até o dia 27 de agosto para se inscrever na 8ª edição do Festival Latino Americano de Cinema e Vídeo Ambiental – Fest Cineamazônia. Esta será a primeira edição do festival com participação de filmes e vídeos em português e espanhol. O festival será realizado em Porto Velho, de 9 a 13 de novembro de 2010 e integra o circuito nacional de festivais.

O regulamento e a ficha de inscrição estão disponíveis no site do www.cineamazonia.com. O festival é um meio de divulgação de produções audiovisuais de curta e média metragens, com duração máxima de 26 minutos. Podem ser inscritas produções realizadas a partir de 2005, limitando em três filmes ou vídeos por produtor.

Através de acordos de parcerias o festival receberá produções de países integrantes da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP) e de nações Latinoamericanas. Durante o festival serão homenageadas personalidades do cinema nacional que estão sendo convidadas pela organização.

O Festival tem o apoio da Prefeitura de Porto Velho, através da Fundação Iaripuna e da Secretaria Municipal de Educaçao (Semed) e Iphan.

E já que o assunto é cinema…

A partir da esquerda Vicente Rios, Adrian Cowel, Rudney Prado e Beto Bertagna. Rios e Cowel são os realizadores de filmes como A Década da Destruição, Nas Cinzas da Floresta e outros da maior importância para entender Rondônia.

A partir da esquerda Vicente Rios, Adrian Cowel, Rudney Prado e Beto Bertagna. Rios e Cowel são os realizadores de filmes como A Década da Destruição, Nas Cinzas da Floresta e outros da maior importância para entender Rondônia.

E já que o assunto da semana é cinema publiquemos pois esta foto em que os realizadores Vicente Rios, Adrian Cowel , Rudney Prado e este blogueiro que vos escreve discutem projeto passados , presentes e  futuros numa mesa de reunião improvisada, longe de claquetes, roteiros pedantes,  notebooks de última geração e outras traquitanas afins. Temas da importante conversa que deve ter chegado nos ouvidos do Obama : A vida, o futuro da humanidade,  a Amazônia…

Veja também : http://wp.me/pKJQL-Is

http://wp.me/pKJQL-H6

http://wp.me/pKJQL-Ds

Filmes para entender Rondônia – 3 – Nas cinzas da floresta

foto: Adrian Cowel

A partir da construção da BR 364 em Rondônia e estradas vicinais que a ligavam, este filme de Adrian Cowel (já falecido) e Vicente Rios traça um panorama abrangente, apresentado pelo ambientalista gaúcho José Lutzemberger (já falecido) , de como a política do governo brasileiro para a ocupação da Amazônia na década de 80 levou à degradação de enormes áreas de floresta neste Estado.

” Nas Cinzas na floresta” tem 52 minutos , foi produzido em 16 mm no ano de 1990.

Filmes para entender Rondônia – 1 Na trilha dos Uru Eu Wau Wau

Foto : Adrian Cowel

Um filme de Adrian Cowel, um chinês de Tongshan que estudou na Austrália e na Inglaterra, e que acabou se formando em História pela Universidade de Cambridge. Este filme, em que Adrian divide a direção com Vicente Rios,  faz parte da série A Década da Destruição e mostra o primeiro contato com os índios Uru Eu Wau Wau, pressionados pelo desenvolvimento em Rondônia, que atraía cada vez mais agricultores do Paraná e do Rio Grande do Sul para a Amazônia. Impulsionados a penetrarem na floresta, os colonos se aproximavam cada vez mais da tribo. Nesta conjuntura, o rapto de uma criança branca pelos Uru Eu Wau Wau aumenta o rancor dos colonizadores contra os índios, vistos como uma barreira ao desenvolvimento. Paralelamente, a Funai organiza uma expedição para contactá-los e protegê-los do avanço dos brancos sobre o seu território. O filme foi feito em 1990 e tem 52 minutos de duração, que é uma janela internacionalmente aceita pelas emissoras de televisão para a exibição. (assim como filmes de 26 minutos). Imperdível, mas difícil de achar cópia para ver. Contatos : Instituto Goiano de Pré-História e Antropologia/UCG, fone (62) 3946 1150 e-mail: igpa@ucg.br  e Departamento de Arquivo e Documentação – Casa de Oswaldo Cruz/Fiocruz, fone (21) 2590 3690 e-mail: dadcoc@coc.fiocruz.br .