Vana Lopes, vítima do médico estuprador faz abaixo assinado em defesa de Monica Iozzi

Vana Lopes : solidariedade a Monica Iozzi

A história ganhou repercussão acima do esperado pelo autor do processo. Ao condenar a atriz Mônica Iozzi a pagar uma indenização de R$ 30 mil por ter criticado a decisão de soltar o médico estuprador Roger Abdelmassih, acusado de cometer estupro contra mulheres que tentavam engravidar, o ministro do STF, Gilmar Mendes, mexeu em algo que parecia sepultado. Além da repercussão que ganha nas redes sociais, o caso suscitou um abaixo assinado de uma das vítimas do médico. Vana Lopes pede que o ministro recue na decisão de condenar a atriz. Algo sutil diante da ação que pedia silêncio e reparação.

A ação de Gilmar, ganha na Justiça, obriga Monica Iozzi a pagar-lhe R$ 30 mil e ainda assumir as custas judiciais. Mônica, como cidadã, criticou a decisão do ministro. Ao liberar o médico estuprador, Gilmar permitiu, involuntariamente, que fugisse. Afinal, o homem que atacou mais de 50 mulheres estava condenado a 278 anos de prisão.

Na sua página do Instagram a atriz escreveu:

“Cúmplice? “Gilmar Mendes concedeu Habeas Corpus para Roger Abdelmassih, depois de sua condenação a 278 anos de prisão por 58 estupros. Se um ministro do Supremo Tribunal Federal faz isso. Nem sei o que esperar.”, escreveu.

Por causa do comentário, Gilmar Mendes pediu na Justiça indenização de R$ 100 mil à atriz. Para o juiz que condenou Monica, o comentário dela violou “a dignidade, a honra e a imagem” do ministro.

Vana Lopes criticou a postura do ministro do Supremo. “Quem maiores danos sofreram com todo este drama foram as vítimas de estupro, que não receberam nenhuma indenização. Gostaria de lembrar que o Poder Judiciário deixou escapar o Monstro Abdelmassih, oportunidade que o médico aproveitou para fugir, e esta situação nos trouxe traumas irreparáveis”, escreveu Vana, autora do livro Bem-vindo ao inferno, em que relata o drama das vítimas.

“Ademais não podemos esquecer que esta decisão por fim onerou o Estado em gastos para prender o foragido que recaiu sobre todos nós brasileiros. Abster-se de receber a presente indenização certamente não irá ferir vossa honra nem causar maiores danos à militância das vítimas”, acrescentou.

O grupo “Vítimas Unidas” já tem mais de 78.000 mil integrantes on line que apoiam vitimas de violência , animais e ajudam em denuncias. A intenção é em breve apresentar projetos de leis que surgem das ideias no fórum de debates virtual .
A cada minuto uma pessoa é vitima ,podendo ser um amigo ou parente e não saber como denunciar, e deixa o algoz impune por brecha na lei. Para denunciar se nao quiser fazer on line Use o  email vitimas-unidas@hotmail.com que seu sigilo estará protegido.

Acesse a página do abaixo-assinado

vitimas-unidas

Clique na imagem para ir para a fanpage

via Conexão Jornalismo

Leia Também > Carta Aberta de Vana Lopes ao Min. Gilmar Mendes 

Uma ideia sobre “Vana Lopes, vítima do médico estuprador faz abaixo assinado em defesa de Monica Iozzi

  1. Maria Do Carmo Santos

    Muito obrigado Beto Bertagna por usar este espaço como socialização das informações que venham a ajudar a construir um mundo melhor. E obrigado por fazer parte do Grupo Vítimas Unidas. Todos que acompanham seu Blog estão convidados a virem se juntar nós.

    Responder

Daí, o que você acha disso ?