Cerimônia marca enterro de sangue Yanomami em aldeia

17066984352_81885d04c6_o

Fotos: Leonardo Prado/ PGR

Roraima- RR,  Em uma cerimônia que durou pouco mais de três horas, 2.693 frascos de sangue foram pacientemente derramados em um buraco cavado em um dos pilares da Yanoa (maloca na língua yanomae). Os Yanomami honraram os seus antepassados que, entre as décadas de 1960 e 1970, tiveram o sangue coletado por pesquisadores estrangeiros sem a autorização das lideranças do povo.

Daí, o que você acha disso ?