O Coração Corajoso de Irena Sendler

foto: Mariusz Kubik/Wiki

Durante a segunda guerra, Irena conseguiu permissão para entrar no Gueto de Varsóvia como encanadora, e para fazer limpeza de esgoto. Toda vez que ela saia do gueto, escondia uma criança no fundo de sua sua caixa de ferramentas, ou em sacos de lixo. Ela adestrou um cão, para fazer barulho quando ela deixava o gueto, e assim atrair a atenção dos guardas nazistas. Ela salvou 2500 crianças da morte. Nos momentos finais da guerra, ela foi descoberta, e os nazistas quebraram as pernas e braços dela. Cada criança salva tinha o nome escrito em papel, e escondido em uma jarra enterrada no quintal dela. Após a guerra, ela pegou o registro de cada uma das crianças, e tentou achar os parentes. As crianças que ficaram definitivamente sem parentes vivos foram orientadas para adoção. Em 2007 ela foi indicada ao prêmio Nobel da paz, mas quem ganhou foi o Al Gore, por seu power-point sobre mudanças climáticas… Ela morreu em 2008, e seu trabalho é hoje continuado, em uma organização que se chama “vida numa jarra” (life in a jar).

via http://www.irenasendler.org/

3 pensou em “O Coração Corajoso de Irena Sendler

  1. maria lucia F. Pardi

    Maravilhoso exemplo de que cada um pode e deve dar sua contribuição para um mundo melhor…o exemplo de Irena é fantástico, pois além de arriscar sua vida 2500 vezes, ainda se preocupou em salvar as identidades e a vida afetiva e familiar destas pessoas. Que o mundo possa ver mais pessoas com atitude desta forma, para as mais diversas arbitrariedades que nos cercam.

    Responder
  2. Carlos Pila

    Parabėns a esta heroína. Por um power-point sobre o clima Al Gore ganhou um nobel? Onde estão os valores humanitários, 2500 vidas salvas NÃO são suficientes ?
    Estamos invertendo os valores.
    Carlos Pila – Brasil

    Responder

Daí, o que você acha disso ?

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.