A Geração do Não Chega Lá (via Aventar)

Por

Nos meus idos vinte anos olhava para os distantes quarentões como aqueles que tinham encontrado o lado estável da vida. Era o achar que nunca vez se teria uma daquelas barriguinhas dos petiscos, que o cabelo seria sempre viçoso e que a juventude era uma característica pessoal. Mas sabendo que inexoravelmente se lá chegaria e que o conforto da democracia burguesa desculparia alguma coisa.

Alguns anos depois seria o tempo da geração rasca, a dos então miúdos que Vicente Jorge Silva diz não ter alcunhado, antes houvera as geração dos sessenta e dos oitentas, e nós, os que brotávamos idealismo pelos anos noventa? Qual era a nossa geração?

Continue Lendo via Aventar

Daí, o que você acha disso ?