Divino, Cem Vezes Divino

A magnífica manifestação de fé que acontece no Vale do Guaporé, na fronteira de Rondônia com a Bolívia, sob a ótica do cineasta Beto Bertagna. Um vídeo histórico, realizado no centenário da festa,em Pedras Negras, no ano de 1994. Produção em Betacam/SP. Também dirigido por Luiz Brito. Narração de Celso Ferreira. Trilha Sonora, Marcelo Pereira. Roteiro de Nelson Townes. 24 minutos

4 ideias sobre “Divino, Cem Vezes Divino

  1. a

    lindo demais saudades de pedras negras, lugar onde morei, fui criada,meu avõ foi mestre tiago ramos ,só lembrança ,nessa filmagem praticamente,todos são meus parentes, adorei .

    Responder
  2. Maria Isabel Redig de Campos

    Belíssimo trabalho! Parabéns!
    Para mim, indescritivelmente lindo e emocionante, porque já tive a Benção de ser encarregada da Festa do Divino num Centro em que trabalhei, por 3 anos seguidos. Aqui, a devoção simples e tão sagrada dessas pessoas, me fez lembrar da minha, nem tão simples já que sou urbana, mas também muito sagrada. Meus olhos se encheram d´água pela saudade e o coração se encheu de gratidão por constatar que a devoção pode ser eterna!
    Obrigado mesmo!
    Um abraço,
    Isabel Redig
    P.S. Estarei compartilhando no meu Blog!

    Responder
  3. norma7

    Minha fé
    Minha fé é menor que um grão de areia, não remove uma palha, não balança uma flor.
    Mesmo assim, minha fé tão pequenina é uma luz que me ilumina, e é maior que minha dor.
    Minha fé que não move uma montanha, move o mundo num segundo, num instante de oração.
    Minha fé que é tão fraca, tão sofrida, é maior que minha vida. É meu ar, minha canção. (autoria ?)

    ++++++++++++++

    A exibição deveria ser obrigatória em comunidades ditas religiosas cristãs (em todos os patamares – até chegar às 7 colinas de Roma e emissoras de TV americanas fundamentalistas).

    Belo trabalho, mas aí eu já estou me repetindo e falando do óbvio…. então, é só OBRIGADA. É isso!
    __/\__ (GASSHÔ) Fiquem bem, Norma

    Responder

Daí, o que você acha disso ?