Deu na Folha : Haitianos criam ‘pequena Porto Príncipe’ nas ruas de Porto Velho

Imigrantes haitianos que se aventuraram em busca de melhores condições de vida no Brasil acabaram se aproximando entre si e criaram redutos em Porto Velho (RO).

A capital de Rondônia é um dos principais destinos dos haitianos que chegaram após o terremoto de 2010, que devastou o país caribenho.

Hoje, a capital de Rondônia já tem ruas em que a maioria dos moradores é de haitianos, instalados no centro e em bairros da periferia.

Eles dividem imóveis como quitinetes pelo aluguel médio de R$ 500 e costumam se reunir à noite nas ruas, que se transformaram em “pequenas Porto Príncipe”, uma referência à capital do Haiti.

Veja matéria completa aqui.

Uma ideia sobre “Deu na Folha : Haitianos criam ‘pequena Porto Príncipe’ nas ruas de Porto Velho

  1. norma7

    E ai, me diz você. Me conta!

    O que está achando o ‘local’?
    O nascido e criado em Porto Velho. As autoridades que têm de gerenciar essa situação (nova) com os mesmos recursos (?). Quero saber como estão sentindo o ‘pulso’ do problema, os envolvidos direta ou indiretamente com ele. Como ‘apagam’ is incêdios, os minhocas da terra. Esses é que contam e não os pareceres técnicos por mais humanitários que sejam, afinal estão lidando com GENTE (no papel é tão mais fácil…) e gente fragilizada, carente do basicão: abrigo e alimento, que após supridos, vão dar lugar a outras necessidades, assim que o desespero der uma trégua…

    A Sociedade de Porto Velho vai topar pagar esse preço?

    Olha só (sem política) só no viés “Polis” = cidade (apesar de “na Grécia, 5% da população sem abrigo, portam rótulos universitários” – Aventar de 12/12/2012)

    Coments. à matéria da Folha:
    QT
    “1) Isso governo… traga mais imigrantes sem perspectiva de nada e amontoe-os em guetos.

    Melhor… faça como fez em Florianópolis inserindo 100 haitianos que nada tem em comum com a cultura do povo numa cidade que não tem como se expandir geograficamente; o resultado nós já sabemos qual será: guetos, discriminação (natural) e formação de favelas… mais guetos.
    Para se construir qualquer estrada esburacada, por lei, faz-se dezenas de audiências públicas, para lidar com gente não se faz nenhuma!

    2) E isso o que dá em importar imigrantes desqualificados. Agora eles vao fortalecer a mafia da fronteira, e com ela os vendedores de po branco e outras mazellas. As vezes tenho a impressao que as autoridades de imigracao do nosso pais dao um passo para a frente e tres para traz. Que vergonha. Imigrante pobre e sem educacao sem apoio educativo no novo pais ‘e escrever errado em linhas tortas. Crime na certa. Esperem e verao. ”
    Unquote

    Eu assisti uma reportagem (peguei 1/2 caminho andado) onde grupos colocavam redes nas árvores, tomavam banho nos postos de gasolina (qdo tinham $$$), comiam em instituições de auxílio humanitário e rezavam para conseguir uma colocação, para então, pensar em conseguir pagar um abrigo e dar processo de continuidade ao ato de simplesmente viver…

    Gente
    Caetano Veloso
    http://letras.mus.br/caetano-veloso/44729/

    Gente olha pro céu
    Gente quer saber o um
    Gente é o lugar
    De se perguntar o um
    Das estrelas se perguntarem se tantas são
    Cada, estrela se espanta à própria explosão
    Gente é muito bom
    Gente deve ser o bom
    Tem de se cuidar
    De se respeitar o bom
    (…)
    Gente quer comer
    Gente que ser feliz
    Gente quer respirar ar pelo nariz
    Não, meu nego, não traia nunca
    Essa força não
    Essa força que mora em seu

    Coração
    Gente lavando roupa
    Amassando pão
    Gente pobre arrancando a vida
    Com a mão
    No coração da mata gente quer
    Prosseguir
    Quer durar, quer crescer,
    Gente quer luzir
    (…)
    Gente é pra brilhar,
    Não pra morrer de fome
    Gente deste planeta do céu
    De anil
    Gente, não entendo gente nada
    Nos viu
    Gente espelho de estrelas,
    Reflexo do esplendor
    Se as estrelas são tantas,
    Só mesmo o amor
    =========

    No coração da mata gente quer
    Prosseguir
    Quer durar, quer crescer,
    Gente quer luzir

    É, eu não tenho medo de Gente, nem dos diferentes, mas temo pelos acuados, pelos que não tem mais nada a perder…
    Boa Sorte, Norma♥

    Responder

Daí, o que você acha disso ?