A baleia mais solitária do mundo (via Ambientalistas em Rede)

Em 2004, o The New York Times escreveu um artigo sobre uma baleia que vagava sozinha por ter um problema que a diferenciava de todas as outras: sua “canção” estava fora da frequência natural, em 52Hz, muito mais alta que a vocalização da maioria das baleias (que normalmente vocalizam entre 15Hz e 20Hz, dependendo da espécie).

“Sua assinatura sonora é claramente a de uma baleia, mas nada como a ‘voz normal’ de uma baleia-azul ou qualquer uma das espécies maiores próximas” disse Mary Ann Daher, uma bióloga marinha da Instituto Oceanográfico de Woods Hole em Cape Cod. Cada um de seus chamados desesperados para se comunicar permanece sem resposta, pois é como se os outros indivíduos não pudessem ouvi-la.

Continue Lendo via Ambientalistas em Rede

Uma ideia sobre “A baleia mais solitária do mundo (via Ambientalistas em Rede)

  1. norma7

    Alguém sabe o por quê disso? Até no Reino Animal é tão difícil aceitar o diferente? Alguma teoria? Alguém…?

    quote:
    Gente,
    Acho que viajei ‘bonito’.
    Fiquei ‘sensível’ com o Post, pois só me vinham imagens de baleias e seus filhotes e a lembrança que para tal ocorrência, faz-se necessários parceiros… e o Jung repetindo na minha orelha:
    “A solidão não significa a ausência de pessoas a nossa volta, mas sim o fato de não podermos comunicar-lhes as coisas que julgamos importantes, ou mostrar-lhes o valor de pensamentos que lhes parecem improváveis…”

    Não havia eco para suas (desesperadas) tentativas de comunicação, para seus apelos (amorosos?) e avisos (perigo…perigo, estranhos à boreste!). Triste isso!
    Belo Post. Grata.
    Boa Sorte, Norma _/\_

    Unquote

    Nac♥

    Responder

Daí, o que você acha disso ?