A diferença entre teoria e prática (via The Ressabiator)

É uma pergunta que me põem recorrentemente, mas que faz cada vez menos sentido. Para alguns, os que não gostam de teoria, é a diferença entre ser um inútil ou um pragmático. Para outros, os que gostam, é a diferença entre estar realmente preparado para tudo ou viver exclusivamente do desenrascanço.

Na escola costuma significar a diferença entre escrever sobre design ou fazer realmente design. Porém, os melhores designers da história foram-no porque ignoraram escrupulosamente essa distinção – o que não é muito surpreendente: a história do design consiste em escrever e falar sobre o assunto, logo a história gosta naturalmente de quem a alimenta melhor.

Mas, no fim de contas, esta ideia que a teoria corresponde a escrever e a prática a fazer é apenas um preconceito mantido pelo ensino do design. Se “teoria” significa “escrever”, qual é a diferença entre uma teórica e uma prática num curso de letras? Na verdade, numa escola, a única diferença entre a teoria e a prática é o modo como se avaliam os alunos. Nas práticas, os alunos produzem um trabalho e são avaliados pelo modo como o produzem num processo contínuo; nas teóricas, os alunos assistem a aulas de exposição e são avaliados pontualmente através de exames.

Read More via The Ressabiator

Daí, o que você acha disso ?

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.