Arquivo diários:06/01/2011

Efêmeras Divagações

Por quê a gente ainda fala em “discar” um número se os telefones não tem mais “disco” ?

Fantástico : mais de 1 milhão de filhotes de tartaruga soltos na natureza, na fronteira de Rondônia com a Bolívia

11 anos a Associação Comunitária Quilombola e Ecológica do Vale do Guaporé (Ecovale) vem trabalhando na região do Vale do rio Guaporé, na fronteira de Rondônia com a Bolívia, no noroeste do Brasil com o projeto de preservação de tartarugas e de outros animais que se utilizam das praias dos rios para procriação. Essa ação, além de transformar a vida dos moradores locais, tem sido exemplo de perseverança e luta em favor da preservação ambiental. Hoje, com 26 sócios e 12 funcionários envolvidos na causa ambiental do Vale do Guaporé, a Ecovale conta com a parceria de órgãos estaduais e municipais como: Emater, Idaron, Sedam, Seduc, Prefeitura de São Francisco do Guaporé e, de patrocinadores como NOMA do Brasil/SA e o Centro Universitário de Maringá (Cesumar). Esse trabalho também é realizado em outras comunidades, como a região de Extrema de Rondônia, na divisa com o estado do Acre, onde a Emater busca garantir a conservação e preservação das espécies de quelônios da Amazônia, em especial os Tracajás, Pitiú e Iaçás.  O presidente da Ecovale, José Soares Neto, o Zeca Lula, disse que a instituição vem alcançando excelentes resultados em devolução de animais à fauna do Vale do Guaporé. A taxa alcançada de sobrevivência é uma das maiores neste tipo de repovoamento. O maior resultado da perseverança dos parceiros na ação de proteção ambiental foi retratado no dia 9 de dezembro. Somente nesse dia nasceram 483 mil tartarugas da Amazônia. O fato aconteceu à margem esquerda do Rio Guaporé, do lado Boliviano, em um local denominado de Praia da Tartaruguinha. Lá a Ecovale conta ainda com a parceria da Força Naval Boliviana.  Segundo Zeca Lula, as portas estarão sempre abertas para todas as pessoas sensíveis à prática de preservação ambiental. Em 2010 foram devolvidos à natureza, além dos 853.000 filhotes de tartaruga da Amazônia,200.000 filhotes de tracajá, 190.000 gaivotas, 1.200 camaleões, 88 filhotes de “teteu” e 286 filhotes de “lulu”, num total de 1.243.959 animais devolvidos à natureza.

………………………………………

NR: Conheço pessoalmente o trabalho do Zeca Lula naquelas paragens do poente do Brasil. No Vale do Guaporé, apesar da beleza cênica, tudo é mais difícil, porque tudo é mais longe. Esta é uma notícia que deve encantar o mundo, atropelado por desastres, bobagens midiáticas,  violência e ameaças à natureza e à vida selvagem. Que o trabalho da Ecovale inspire outras Associações semelhantes , em nome do meio-ambiente e de todos nós.

Beto Bertagna